Os desafios do novo gerente de energia e utilidades

Publicado por Sérgio Grassi em seg, 16/07/2018 - 13:02
Entenda como as mudanças no mercado estão criando novos desafios para os gerentes de energia e utilidades de grandes empresas.

A plataforma de gerenciamento de energia e utilidades da Viridis provê funcionalidades para apoiar diretamente o novo gerente de energia e utilidades, cobrindo funções de monitoramento, planejamento, contratação, custeio, simulação e otimização do consumo energético. As funções de monitoramento possibilitam identificar oportunidades de melhoria nos processos, estratificando os consumos energéticos por diferentes dimensões, além de possibilitar a quantificação de ganhos em custos e emissões de gases de efeito estufa. A integração dos dados de monitoramento às funções de planejamento fortalece os esforços da iniciativa de transformação uma vez que conferem maior sofisticação, consistência e acurácia sobre a previsão de consumo futuro e, consequentemente, sobre o planejamento de custos e o contraste com os valores realizados. Por fim, a plataforma Viridis oferece ao gestor de energia e utilidades toda uma gama de tecnologias para o gerenciamento integrado de projetos de melhoria contínua com foco em eficiência energética, buscando o alinhamento estratégico desde a idealização, implantação e valoração dos investimentos realizados pela organização. Clique aqui e saiba mais sobre nossas soluções.


Como lidar com riscos na gestão de energia e utilidades

Publicado por Bruno Santos Pimentel em qui, 10/05/2018 - 13:38
A aplicação da disciplina gerenciamento de riscos é essencial em processos decisórios de alta relevância, como a gestão de energia e utilidades. Leia o artigo completo.

A plataforma de gerenciamento de energia e utilidades da Viridis provê funcionalidades para apoiar diretamente o gerenciamento de riscos associados às funções de gestão de energia e utilidades em organizações industriais e administrativas, cobrindo monitoramento, planejamento, contratação, custeio, medição e verificação, simulação e otimização do consumo e da geração de energia. As funções de monitoramento possibilitam capturar e analisar indicadores de desempenho energético de ativos em qualquer nível organizacional, levando em consideração as incertezas associadas às medições, o balanceamento de redes de medição e a reconciliação de dados de balanços de massa e energia. A integração dos dados de monitoramento às funções de planejamento viabiliza o desenvolvimento de modelos robustos de predição de consumo, que possibilitam a análise de diferentes cenários de consumo futuro e, consequentemente, a exposição da organização aos riscos – operacionais e financeiros – envolvidos nos contratos de energia de curto e de longo prazo. A análise de cenários também favorece a identificação e avaliação quantitativa dos riscos relacionados aos resultados de projetos de eficiência energética, contribuindo para a adequada valoração desses investimentos. Clique aqui e conheça mais sobre nossas soluções.  


10 livros sobre gestão de energia e eficiência energética que você deveria ler

Publicado por Mariane Gonçalves em sex, 23/02/2018 - 20:01
Confira 10 livros sobre gestão de energia e eficiência energética que vão te ajudar a entender e aplicar estes conceitos na rotina da sua empresa.

A transformação digital como aliada da gestão de energia e utilidades

Publicado por Carina Lima em qua, 08/11/2017 - 13:12
A tecnologia vem transformando diversos aspectos de nossas vidas, desde tarefas simples no dia a dia até mesmo as mudanças profundas nos negócios e mercados globais. A área de gestão de energia e utilidades não é diferente, e nesse contexto, as empresas que saírem na frente em digitalizar seus processos podem melhorar sua rotina de trabalho e até o seu potencial competitivo.

Crédito de carbono: Por que sua empresa deveria pensar sobre o assunto?

Publicado por Carina Lima em ter, 18/07/2017 - 17:53
O crédito de carbono foi uma iniciativa dos governos mundiais para gerar uma fonte de economia para os países que reduzissem ou retirassem da atmosfera gases de efeito estufa. Mas você sabe como esses benefícios podem contribuir para sua empresa?

Custeio de Energia e Utilidades – Parte 2

Publicado por Thiago Turchetti Maia em qui, 23/03/2017 - 16:43
Boas regras de custeio são o alicerce de uma boa contabilidade de custos. Regras de custeio determinam como o consumo contínuo de energia e utilidades, idealmente medido por uma rede de medidores, será traduzido em transações contábeis associadas a centros de custos. Como muitas outras coisas em gestão, boas regras contribuem para a acurácia, transparência e responsabilização de custos, enquanto regras ruins fazem exatamente o oposto. Boas regras minimizam rateios e tentam empregar custeio direto o máximo possível, criando uma associação direta entre o consumo apontado por medidores em partes específicas da operação com os valores lançados em seus centros de custos correspondentes.

A plataforma Viridis gerencia toda a disciplina de custeio de energia e utilidades, desde dados de medição à carga automática de transações contábeis em sistemas ERP. Regras de custeio direto e indireto com múltiplas fontes de custos são suportadas, e gestores contam com recursos de rastreamento dos apontamentos em seus centros de custos para aumento da transparência e promoção da responsabilização.


Custeio de Energia e Utilidades – Parte 1

Publicado por Thiago Turchetti Maia em qua, 15/03/2017 - 16:13
A maioria das empresas com operações sensíveis a custos dedicam tempo e esforço de sua liderança para gerir seus custos. Quando esse processo é bem feito, os gestores sentem a pressão para cortarem custos diretamente na sua última linha de resultado, e se esforçam para melhorarem o desempenho econômico de suas operações. Quando mal feito, isto é, quando custos não são corretamente apurados ou quando resultados não são diligentemente exigidos, custos se tornam uma prioridade mais baixa para a organização, com as inevitáveis consequências resultantes.

A plataforma Viridis faz todo o gerenciamento de dados necessário para uma boa gestão de custos, automatizando o processo completo desde medidores e regras de custeio até indicadores e transações contábeis. O módulo de custeio do Viridis se integra diretamente com sistemas ERP, melhorando a precisão, velocidade, transparência e agilidade do processo.


A revolução dos sistemas industriais e o colapso de uma pirâmide

Publicado por Ricardo Giacomin em sex, 03/02/2017 - 16:14
A indústria vive agora o início de uma revolução. O arcabouço de novas tecnologias que impulsionam a chamada Indústria 4.0, incluindo Internet das Coisas, Sistemas Ciber-físicos e Big Data, promove o desenvolvimento de soluções que não se aderem à organização hierárquica clássica e estrita descrita acima. Ao contrário, demandam uma perspectiva mais livre e flexível, sem integrações fixas nem sistemas fechados.

Não caia na armadilha: as falácias das métricas de eficiência

Publicado por Thiago Turchetti Maia em sex, 27/01/2017 - 15:49
Em momentos de crise e turbulência econômica, é natural que empresas de diferentes setores sejam pressionadas para cortar custos e adequar sua estrutura para um cenário de menor demanda. Custos de energia e utilidades não são exceções. Gestores responsáveis por eficiência operacional ou diretamente responsáveis pela execução da produção muitas vezes recebem a missão, assim como as metas, para redução dos consumos de energia, utilidades e demais fluxos de insumos. Contudo, as formas de medir esta eficiência e avaliar a efetividade de ações de melhoria não são claras, levando a gestão da empresa a conclusões muitas vezes precipitadas e, não raro, equivocadas.

A plataforma Viridis possui recursos avançados de gestão de consumo e geração específicos, calculados não através de médias, mas a partir de medições em tempo real, correlações com variáveis de processos e eventos externos. A plataforma isola cada um destes fatores e identifica sua influência nas métricas de consumo e geração específicos, oferecendo medidas isentas de eficiência. Em complemento, estes mesmos modelos de consumo e geração são utilizados para avaliar o comportamento de equipamentos e processos em operação, além de servirem de base para simulações e projeções futuras.