Preço Horário do mercado de energia entrará em vigor em 2021

Publicado em ter, 06/08/2019 - 19:42
capa noticia preço horario mercado de energia

No dia 31 de julho o Ministério de Minas e Energia anunciou a decisão de implantar o preço horário de energia em duas fases, permitindo que os modelos computacionais sejam avaliados de forma mais detalhada e que o mercado esteja mais bem preparado para lidar com a mudança.

A primeira fase acontecerá a partir de janeiro de 2020, quando o Operador Nacional do Sistema Elétrico adotará o Modelo de Despacho Hidrotérmico de Curtíssimo Prazo (DESSEM) na programação de operação. A segunda fase consiste na adoção do DESSEM pela Câmera de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) no cálculo do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para contabilização e liquidação financeira, e acontecerá a partir de janeiro de 2021.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, o cálculo do PLD Horário em 2021 garante maior previsibilidade ao permitir que os agentes se preparem com antecedência para a adoção do novo sistema. Essa preparação envolverá revisões de procedimentos para planejamento de compra e venda de energia, gerenciamento e execução de contratos, além da necessidade de se revisitar outros processos operacionais, como o planejamento e programação da produção.

O modelo DESSEM terá uma operação sombra de julho a dezembro de 2019 e será considerado na operação do ONS a partir do dia 1º de janeiro de 2020. Na contabilização e liquidação pela CCEE, a operação sombra acontecerá em julho de 2019 a dezembro de 2020. Mas o seu uso na determinação do PLD horário ocorrerá a partir do dia 1º de janeiro de 2021.

Leia também: PLD Horário: Oportunidades e desafios para grandes consumidores de energia